Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Daily Boost

26
Mar18

RIO DO PRADO, UMA PERDIÇÃO NA NATUREZA

Paula Taveira

rio-do-prado-review-blogger-paula-taveira-critica-

 

Não sei como começar este post. Quero muito partilhar a experiência que tive, mas é daquelas coisas que precisam de fazer para entender. Aquela sensação de sentirem imensa coisa e não conseguirem deitar cá para fora? É isso, mas vou dar o meu melhor. 

 

Passei o fim-de-semana no hotel Rio do Prado, em Óbidos. Era suposto ser um fim-de-semana a dois, para os dois, para relaxar e termos finalmente tempo para nós. Digo-vos já, esse finalmente aconteceu, da melhor maneira e com todas as expectativas superadas. 

 

O Rio Prado assenta num conceito ecológico e sustentável. O hotel aproveitou todos os desperdícios da sua construção e utilizou-os para construir cadeiras, mesas, portas, uma monte de coisas. Tem estufa própria, que serve algumas necessidades, a água dos banhos é reaproveitada para o autoclismo e todo o espaço está coberto de vegetação, até o telhado dos quartos, que são uma espécie bungalows modernos. 

 

rio-do-prado-review-blogger-paula-taveira-critica-

Já perceberam que não é um hotel tradicional. É um espaço escondido entre uma imensidão de verdes, que facilmente se funde com a natureza e acaba por fazer parte dela. Um lugar tão natural que transmite uma energia leve, pura, fresca e acima de tudo calmante. Talvez seja por não parecer um hotel que nos transporta para um estado de felicidade. É impossível chegar, vislumbrar e não sorrir. 

 

Já experimentaram não ouvir nada? É quase o que se ouve ali, com exceção dos pássaros, mas é literalmente nada. Fugir da rotina diária e de todo o ruído que nos poluí é tão fácil naquele espaço. Um fim-de-semana carregou-me as baterias e deu-me a energia necessária para continuar mais um pouco e fazer frente ao que vem por aí. 

 

Se precisam de parar, então parem ali. Garanto-vos que vai valer a pena, especialmente se também precisam de parar a dois. Parar, perderem-se e encontrarem-se, um ao outro. Aconselho-vos a experimentarem a sauna, ela é reservada apenas para o casal. É algo engraçado para se fazer a dois, não vou entrar em detalhes, mas dá para soltar umas boas risadas. Acreditem, é bem diferente do que ir com as amigas. 

 

Tive pena de não fazer o circuito de bicicleta pela Lagoa de Óbidos, com o tempo que estava era impossível. Fomos de carro, o que me deixou ainda com mais pena, mas espero conseguir voltar num dia de calor e ir fazer esse percurso com ele. Ah! E aproveitar a piscina, creio que era uma piscina!


Se pudesse vivia uma semana ali com ele. Existem algumas peculiaridades que achei piada e ajudam a desligar. É possível levar um DVD para ver no quarto, fazer uma fogueira à entrada do quarto, ficar a ler um livro na biblioteca ou tomar um super banho de imersão na banheira de relaxamento que está no meio do quarto. É só escolher. 

 

rio-do-prado-review-blogger-paula-taveira-critica-

A experiência foi muito positiva. No que toca ao serviço, não podia ter sido melhor. Fomos muito bem recebidos e encaminhados. Todas as pessoas foram prestáveis e eram amigáveis.
O espaço estava imaculado. No quarto podem encontrar os acessórios habituais, roupão, chinelos, toalhas e secador, mas um secador a sério, que seca mesmo o cabelo.
Se são apreciadores de gin então vão gostar de experimentar as variedade que o Rio do Prado tem, até gin quente servem. Se forem como eu e preferem bebidas mais docinhas, a ginga deles é uma verdadeira delicia! 

 

Se tivesse que descrever o Rio do Prado? 
Uma perdição apaixonante no seio da natureza. 

Uma experiência que vale a pena ter. Depois da semana que tive, esta era a lufada de ar fresco que precisava. 
Aventurem-se, não se vão arrepender. 

P. 

 

 

1 comentário

Comentar post